Blog

30 jan

Confira 9 dicas para otimizar a sua clínica médica


Ao escolher uma clínica, um paciente leva em consideração diferentes fatores. Muitos saem dos consultórios médicos com dúvidas a respeito de onde devem fazer os exames, qual o local mais adequado e onde encontrar um atendimento de qualidade. Saem na frente as clínicas que estão atentas às necessidades dos clientes e que buscam se adaptar a elas. Siga as dicas que podem ajudar a otimizar os serviços:

1. Considere as prioridades na agenda

Ao estabelecer a agenda de atendimentos, toda a logística de exames deve considerar as necessidades das pessoas acima de tudo. Assim, o tempo de espera e horário do exame devem ser estabelecidos respeitando as condições dos pacientes. É importante considerar que as pessoas estão possivelmente doentes, passaram horas em jejum ou estão com a bexiga cheia. Leve em conta as prioridades minimizando o desconforto. 

2. Ofereça diagnósticos precisos

De nada adianta agilizar o atendimento se o diagnóstico for impreciso e se é necessário refazer o procedimento mais de uma vez em decorrência disso. Mantenha os equipamentos atualizados e a manutenção deles em dia para evitar esse tipo de problema. Considere que o bem-estar dos pacientes, físico e psicológico, deve estar em primeiro lugar. Afinal, repetir um exame causa estresse e angústia.

3. Comprometa-se com prazos

Coloque-se no lugar do paciente doente e imagine a ansiedade de esperar por uma diagnóstico para iniciar o tratamento. Desta forma, a garantia de agilidade na entrega dos resultados oferecidos pela clínica é um diferencial e prazos mais curtos são um grande atrativo. Lembre-se ainda que o tempo limite para o retorno do paciente ao médico é de um mês sem a cobrança de uma nova consulta. Por isso, comprometa-se a entregar os exames antes que esse prazo expire considerando o tempo que o procedimento demora a ser realizado. 

4. Invista em tecnologia

Invista nos melhores aparelhos e sistemas de diagnóstico. Pode ser que o paciente não observe esse diferencial na primeira vez que for à clínica, mas será essencial para o retorno ou recomendação a outras pessoas. A tecnologia ajuda ainda a garantir melhor precisão nos resultados, bem como a diminuir o tempo de entrega dos exames. 

5. Treine a sua equipe

Um time especializado faz toda a diferença para um paciente. Isso vai além do currículo: um atendimento humanizado e respeitoso faz a diferença. Considere que a equipe lidará diariamente com pessoas em situação de vulnerabilidade emocional. Além disso, aposte em profissionais preparados e interessados em manter-se sempre atualizados. 

6. Otimize o atendimento

Desde o primeiro contato do paciente com a clínica, seja por telefone, e-mail, mensagem, o atendimento precisa ser cordial. O treinamento humanizado deve abranger toda a equipe: secretárias, recepcionistas, atendentes, técnicos, médicos, gerente, entre outros. Preste atenção em como é realizado o atendimento no primeiro contato do paciente e incentive sempre os colaboradores a tratarem os pacientes com respeito e educação.

7. Conserve a clínica organizada e limpa

Locais que recebem um grande fluxo de pessoas precisam passar por higienização constante. Preste atenção se os colaboradores estão usando luvas, máscaras e toucas descartáveis quando realizam os exames. Os materiais utilizados devem ser descartados corretamente. Nas bancadas, evite o acúmulo de papéis e mantenha os prontuários devidamente organizados para evitar erros ou extravio de resultados.

8. Mantenha um bom relacionamento

Estabeleça um bom relacionamento com os médicos para aumentar o número de recomendações. Mantenha os profissionais atualizados sobre as novidades da clínica e mostre a qualidade do atendimento e serviços.

9. Participe de programas de qualidade

Certificações garantem confiabilidade a clínicas e hospitais. Participe de programas e de sistemas de indicadores de qualidade que demonstrem o quanto sua clínica está preparada para atender da melhor forma. Também estabeleça canais de feedbacks dos pacientes e faça adaptações conforme as necessidades apontadas por eles.