Blog

19 fev

Mammotome: a biópsia de mama a vácuo que é referência no mundo

 

A biópsia de mama a vácuo, ou mamotomia, representa o que existe de mais moderno e avançado nos aparelhos de diagnóstico de lesões e doenças da mama. Diferente dos métodos tradicionais, a tecnologia a vácuo permite a realização de um exame menos invasivo, com coleta de amostras de mais qualidade e diagnósticos mais assertivos. Não à toa, o Mammotome é referência internacional neste segmento.

O Mammotome é o primeiro dispositivo de biópsia a vácuo do mercado, com reconhecimento mundial. No Brasil, ele é distribuído exclusivamente pela Imex Medical Group. 

Basicamente, na biópsia de mama a vácuo, a coleta de fragmentos da mama se dá por meio da inserção de uma agulha acoplada a um dispositivo a vácuo que aspira as amostras da mama. Isso faz com que o equipamento consiga acessar lesões próximas ao músculo peitoral e retirar substâncias de pequenas dimensões. 

Mas não só isso: ele também consegue ter maior precisão na coleta e colher uma quantidade maior de amostras com uma única inserção.

No caso do Mammotome, há dois equipamentos diferentes com a mesma finalidade. Um deles, o equipamento Mammotome Revolve pode ser feito via estereotaxia ou ultrassom. Já o equipamento Mammotome Elite é portátil, leve e sua aplicação se dá exclusivamente por ultrassom.

Mammotome Revolve

O Mammotome Revolve pode ser realizado por meio de estereotaxia ou, então, por ultrassom. 

Para que isso seja possível, ele está conectado a um software de fácil operação, com funções e comandos que agilizam a aquisição das amostras de tecido e proporcionam alta qualidade do material coletado. 

Após a coleta, o equipamento mantém as amostras dentro da própria sonda, armazenando-as em câmaras individuais e numeradas. Isso é possível graças à tecnologia Dual Vácuo, que protege o tecido e garante que ele seja mantido intacto e em segurança até ser encaminhado ao patologista. 

E não é só isso: até que ele chegue ao especialista para análise não há qualquer necessidade de manipulação das amostras. Isso permite que o patologista tenha em mãos um material mais rico e conservado, o que resulta, portanto, em um diagnóstico mais eficiente.

Mammotome Elite

A linha Mammotome ainda oferece a opção portátil, de mão e sem fio – o Mammotome Elite. 

O Mammotome Elite tem a mesma finalidade do Revolve, mas possui uma estrutura mais leve e prática de usar. A peça vem com bateria recarregável e se conecta a uma tecnologia de vácuo da biópsia por ultrassom. 

Ele também vem com duas opções de agulha: de 10g e 13g. No caso, a janela da agulha 13g proporciona amostras de tecido de três vezes o peso da amostra quando comparadas com a agulha de core biópsia de espessura 14. Além disso, a agulha possui rotação de 360 graus, o que permite o ajuste de acordo com a posição da lesão. 

O sistema de coleta possui um copo transparente, que fornece visualização do tecido, e também a transferência da amostra sem a necessidade de toque. Assim como acontece no aparelho, a amostra coletada também fica armazenada para encaminhamento ao patologista.

Como é possível perceber, não é por acaso que o Mammotome se consolidou como referência no segmento de biópsia de mama a vácuo. Ao longo dos últimos anos, os números que atestam a qualidade do equipamento são surpreendentes. Até então, quatro milhões de pacientes já foram submetidos a uma biópsia com este sistema e mais de 280 artigos clínicos já publicados confirmando a sua eficácia. É inquestionável, portanto, o quanto a tecnologia empregada no Mammotome tem importante papel para o diagnóstico das lesões e doenças da mama.