Blog

15 fev

Saúde do médico: saiba como se cuidar durante a rotina de trabalho

equipe de médicos

Muitos profissionais da saúde dedicam horas e horas de seu dia ao trabalho – especialmente durante a ocorrência de plantões. A saúde do médico, por exemplo, não deve ser deixada de lado, uma vez que é determinante não somente para a qualidade de vida do profissional, mas também para sua atuação no sistema de saúde. Continue a leitura, pois, neste texto, você vai conferir algumas dicas para cuidar de si durante a rotina de trabalho

A rotina de trabalho dos profissionais de saúde é, muitas vezes, exaustiva. Essa situação foi potencializada, principalmente, pela pandemia de covid-19, que demanda muitos esforços daqueles que atuam na linha de frente. Diante desse cenário, é comum que a saúde do médico seja preterida – o que não deve acontecer.

Cuidar de sua saúde garante ao médico não somente uma boa atuação profissional, mas também qualidade de vida. E é claro que, ao falar sobre saúde, é necessário refletir sobre a saúde mental, uma vez que o emocional de muitos médicos está abalado diante do excesso de trabalho.

O comprometimento da saúde do médico pode ocorrer por uma série de fatores, tais como cargas horárias abusivas e condições precárias de trabalho, e, para combater esse problema, é necessário estar atento a uma série de cuidados.

Se você é médico – ou outro profissional da área da saúde –, precisa aceitar de uma vez por todas que sua saúde e sua qualidade de vida importam. Por isso, neste texto, você vai conferir algumas dicas para cuidar de si de forma simples e rotineira.

Continue a leitura, pois, neste artigo, você vai conferir:

  • A atuação dos profissionais de saúde durante a pandemia
  • Dicas para cuidar da saúde do médico durante a rotina de trabalho

A atuação dos profissionais de saúde durante a pandemia

A rotina de trabalho de diversos profissionais da saúde é exaustiva há muitos anos. Contudo, esse problema se intensificou com a chegada da pandemia de covid-19, que exigiu muito de médicos, enfermeiros, psicólogos e outros.

O cenário se tornou tão preocupante que, em outubro de 2021, a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) lançou uma campanha voltada para o tema. O objetivo era chamar atenção para a saúde mental destes profissionais, que, segundo a própria entidade, “se sacrificaram muito para cuidar das pessoas durante a pandemia”.

Diante de tanto esforço, foi possível perceber que muitos profissionais se sentiram – e ainda se sentem – esgotados física e emocionalmente. Para amenizar o problema, é essencial que alguns cuidados sejam tomados.

Nos próximos tópicos você vai acompanhar oito dicas, que foram selecionadas pela Imex Medical Group para aqueles profissionais que desejam cuidar de sua saúde de forma simples durante a rotina. Confira!

8 Dicas para cuidar da saúde do médico durante a rotina de trabalho

Agora que você já compreende a relevância de cuidar de si mesmo, chegou o momento de conferir algumas dicas simples e rotineiras que garantem a boa saúde do médico durante sua rotina de trabalho. Confira (e coloque em prática!):

1 – Fique atento à sua alimentação

A manutenção da saúde do médico depende de uma série de fatores. Um dos mais determinantes, contudo, se refere à alimentação – que precisa ser regrada e saudável.

Um médico deve realizar todas as refeições do dia, especialmente o café da manhã, o almoço e o jantar. Muitos profissionais costumam passar longos períodos sem comer – muitas vezes, por causa da sobrecarga de trabalho –, mas essa decisão pode comprometer sua saúde e até mesmo seu rendimento profissional.

Outra indicação importante é evitar alimentos industrializados, como bolachas recheadas e salgadinhos. Estes produtos, além de não contar com valor nutricional, são prejudiciais para a saúde a médio e a longo prazo.

Dessa forma, antes de sair de casa para trabalhar, prefira consumir alimentos naturais e leves, como frutas e legumes. Não se esqueça de que suas refeições precisam ser completas para que sua energia e sua concentração não sejam prejudicadas.

E se você tem dificuldades para comer durante o horário de trabalho, aqui vai uma dica: experimente fazer pequenas pausas e, neste tempo, consuma um alimento saudável preparado em casa, como um sanduíche natural.

Para evitar passar longos períodos sem comer, sempre tenha uma barra de cereal ou um pacote de bolacha água e sal em sua bolsa. Estes produtos, apesar de não serem tão saudáveis quanto o necessário, podem te auxiliar em situações emergenciais.

2 – Não se esqueça da hidratação

É comum que, durante o dia, um médico diga a diversos pacientes que tomar água é essencial para a manutenção e para a promoção da saúde. Apesar disso, é provável que a rotina profissional atribulada o atrapalhe na tarefa de se manter hidratado durante o dia.

Mesmo que essa situação seja comum, ela deve ser evitada, pois o baixo consumo de água pode comprometer não somente o rendimento do profissional, mas também sua saúde física e sua saúde mental.

Manter uma boa hidratação garante que o médico terá mais energia para realizar suas atividades – sejam estas praticadas dentro ou fora dos ambientes profissionais. Por isso, o ideal é que você tenha uma garrafinha sempre ao seu alcance.

Se você tem dificuldades para estabelecer uma rotina de hidratação, aqui vai uma dica: experimente estabelecer horários para tomar água. Verifique a quantidade necessária por dia e a divida em determinados períodos do dia. Você pode, ainda, utilizar seu celular para agendar alarmes e lembretes.

Por fim, uma boa indicação é sempre ter uma garrafa de água consigo. Se a sede bater, não será preciso se deslocar para se hidratar. Invista em modelos térmicos, que mantêm o liquido gelado por mais tempo.

3 – Permita-se descansar

A carga horária excessiva e a rotina maçante de trabalho, muitas vezes, faz com que os profissionais de saúde se esqueçam de que são seres humanos comuns, que, como todos, precisam de momentos de descanso.

Diante desse cenário, é importante que você cuide da saúde de seu sono. Antes de cada período de trabalho – principalmente de plantões –, descanse e durma por longas horas. O mesmo vale para o dia após o plantão, uma vez que o sono é o responsável por revigorar suas energias perdidas.

Se você tem dificuldades para dormir, a Imex Medical Group separou algumas orientações que podem te ajudar a ter um sono melhor:

  • Durma em locais escuros e silenciosos;
  • Não durma com fome (lembre-se do primeiro tópico!);
  • Evite ingerir bebidas estimulantes antes de dormir;
  • Evite fumar antes de dormir;
  • Evite ingerir bebidas alcoólicas antes de dormir;
  • Evitar usar aparelhos eletrônicos, como smartphones e tablets, antes de dormir.

No que se refere à saúde do médico, em especial, há ainda mais uma ação que pode favorecer o descanso: tirar cochilos curtos durante o dia. Você pode descansar desta forma ao fazer pausas, orientação que será abordada no próximo tópico.

4 – Faça pausas durante o horário de trabalho

Você já sabe a importância de descansar, mas pode ainda não saber como fazê-lo durante o expediente (especialmente durante longos plantões). A orientação ideal, nesse caso, é fazer pausas, mesmo que curtas, para descansar e até mesmo para cochilar.

Os intervalos durante os plantões são previstos pela Legislação brasileira, uma vez que entende-se que são essenciais para a manutenção da saúde do médico. As pausas têm durações variáveis, que devem ser calculadas de acordo com a carga horária.

É provável que, durante os plantões, você passe longos períodos sentado em uma cadeira, o que pode te causar desconforto e até mesmo dores musculares. Nesse caso, é indicada, ainda, a prática de exercícios físicos simples durante os intervalos.

Se você tiver um tempo para se alongar, por exemplo, não deixe de fazê-lo. A atividade física faz bem ao corpo e à mente e você vai saber mais sobre o tema no último tópico deste artigo.

5 – Busque apoio psicológico

A saúde do médico não deve considerar aspectos físicos, mas também os psicológicos e os emocionais. A sobrecarga de trabalho e o estresse diário da profissão podem comprometer o bem-estar dos médicos, que, em algum momento, deverão buscar ajuda especializada.

Condições clínicas como depressão, ansiedade e síndrome do pânico têm sido cada vez mais diagnosticadas entre profissionais da saúde e não é difícil entender o porquê. Más condições de trabalho e longos plantões contribuem para o esgotamento de médicos e enfermeiros, que sentem os prejuízos em sua saúde física e em sua saúde mental.

Por isso, se você notar que está enfrentando problemas que estão comprometendo seu bem-estar geral, a principal indicação é buscar ajuda especializada. Contar com o auxílio de outros profissionais da saúde, como psicólogos e psiquiatras, é uma boa forma de cuidar de si.

Não se esqueça, ainda, de dedicar um tempo à sua rede de apoio, formada por familiares, amigos e conhecidos. A convivência com pessoas que se ama é fundamental para a saúde e para o bem-estar dos médicos.

6 – Respeite seus limites

Pouco conhecida antes de 2020, a Síndrome de Burnout é, atualmente, um grande problema de saúde pública. Se antes a dedicação exaustiva ao trabalho era vista com bons olhos, hoje configura uma situação grave, que pode levar profissionais de todas às áreas à exaustão e ao desenvolvimento de doenças físicas e psiquiátricas.

Dessa forma, reconhecer e respeitar os limites são ações determinantes não somente para a saúde do médico, mas para o bem-estar de qualquer profissional da área.

Esteja sempre atento aos sinais e aos sintomas que seu corpo fornece. É por meio deles que será possível identificar a exaustão física, emocional e psicológica, que deve ser respeitada e combatida.

Conforme apontado acima, profissionais da saúde precisam descansar como qualquer pessoa e reconhecer esse fato não demonstra fraqueza alguma.

Ao perceber que está trabalhando muito e em ritmo acelerado, tente fazer pausas maiores. Em alguns casos, é possível, ainda, tirar férias – que, muitas vezes, estão atrasadas.

7 – Tenha uma rotina de exercícios físicos

Todo profissional da saúde reconhece a importância da prática de atividade física para a saúde. Mesmo assim, há muitos que não colocam suas orientações em prática, especialmente por conta da falta de tempo causada pelas longas e exaustivas jornadas de trabalho.

A verdade, contudo, é que os exercícios físicos, além de serem essenciais para a promoção da saúde – uma vez que evitam e combatem diversas doenças físicas e diversas condições psiquiátricas –, conferem energia e disposição às pessoas. E todos sabem que esses fatores são indispensáveis para a rotina profissional de um médico.

Outro ponto importante sobre a atividade física se refere ao combate ao estresse. Diante de uma rotina exaustiva e estressante, é importante reservar um tempo para cuidar de si com a prática de exercícios físicos.

Caso tenha pouco tempo para se dedicar às atividades físicas, uma boa dica é praticar exercícios simples e leves durante as pausas do dia. A prática de alongamentos, por exemplo, não demonstra complexidade e traz muitos benefícios.

Contudo, se você deseja se dedicar mais às atividades físicas, procure um profissional especializado – como um nutrólogo – e peça orientações. Você pode, ainda, conciliar a prática dos exercícios com uma alimentação saudável, para usufruir de mais benefícios.

8 – Reconheça a importância dos momentos de lazer

Trabalhar, descansar e se divertir. Essas ações devem ter o mesmo peso na vida de um profissional. A saúde do médico, inclusive, pode ser afetada caso haja um desequilíbrio entre as atividades citadas.

Reconhecer a importância do trabalho faz parte da rotina de muitos profissionais da saúde. Contudo, o contexto atual faz com que muitos não vejam que o descanso e o lazer são igualmente relevantes – e aí surgem problemas sérios, como a Síndrome de Burnout, citada anteriormente.

Dessa forma, é essencial que você não só reconheça que o lazer é importante, mas também se permita viver momentos de diversão – seja sozinho ou ao lado de pessoas importantes em sua vida.

O que você achou das dicas apresentadas neste texto? Você acredita que, ao praticá-las, é possível melhorar a saúde do médico? Deixe sua opinião nos comentários e continue a nos acompanhar aqui no blog.

Até a próxima!

15 fev

Imex Medical Group do Brasil. Todos os direitos reservados.