Blog

30 jul

Transformação digital na saúde melhora gestão das clínicas e hospitais

 

A pandemia da covid-19 trouxe desafios para a saúde pública. Além das pesquisas para desvendar os efeitos de uma doença pouco conhecida e reduzir seus danos, o desenvolvimento de novas tecnologias e técnicas reforçou a importância da inovação na medicina. De acordo com a pesquisa global da consultoria Deloitte Perspectivas globais do setor de saúde 2020, os desafios enfrentados pela saúde impulsionam mudanças na indústria e resultam em benefícios para profissionais e pacientes.

É comum pensarmos em tecnologia quando se trata novos equipamentos para diagnóstico e tratamento de doenças, mas a inovação pode ser usada por diferentes fins que impactam diretamente na qualidade de vida das pessoas. Entre as tendências apontadas pelo estudo da Deloitte, por exemplo, percebe-se que a tecnologia irá contribuir principalmente em quatro pontos-chave: melhoria do desempenho financeiro, aperfeiçoamento das operações, segurança no uso de dados e desenvolvimento de novos talentos em áreas como saúde virtual. 

Gerenciamento aperfeiçoado

Partindo do primeiro ponto, o investimento em sistemas modernos para gerenciamento das operações, como prontuários eletrônicos e armazenamento de documentos em nuvem, ajuda a economizar recursos, além de otimizar o atendimento. Uma boa prática no gerenciamento de uma clínica e hospital é garantir que as informações estejam organizadas, evitando erros. Com isso, apostar em sistemas mais atuais e equipamentos com alta tecnologia contribui para uma redução de custos a longo prazo, melhorando também o atendimento. 

Digitalização do sistema de saúde

A consequência da digitalização da coleta e armazenamento de informações é o aperfeiçoamento das operações. Incluir novos procedimentos, estar atento às novidades do mercado também ajuda no bom desempenho. De acordo com a Deloitte, a saúde virtual é exemplo disso. Com a tecnologia, foi possível fazer uso da Telemedicina e do atendimento remoto, maneiras seguras de dar continuidade a tratamentos respeitando os protocolos de distanciamento social. Mesmo após a pandemia, o aprendizado com essas práticas pode ajudar a tornar mais ágil o atendimento e trazer inovações no sistema de saúde.

Novos modelos de trabalho

A inovação reflete também na maneira como o atendimento é realizado pelos profissionais de saúde. O estudo das perspectivas globais para o setor apontou que o trabalho passará por mudanças. Os novos talentos do futuro terão conhecimento em áreas como saúde virtual, internet das coisas (IoT), entre outras. Com ajuda da tecnologia, habilidades como o engajamento do consumidor e análise de dados estarão em alta. Esses profissionais terão que ser mais qualificados para usarem sistemas e equipamentos médicos mais modernos da melhor forma. Por isso, a inserção da inteligência artificial e análise de dados, por exemplo, contribuirá para um atendimento cada vez mais personalizado ao paciente. Desta forma, é importante que também saibam conceitos como cibersegurança para evitar o vazamento de dados ou o mau uso das informações dos pacientes, erros que serão passíveis de penalidades quando a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) começar a valer no Brasil. 

  • Televendas 0300 789 3771
  • SAC 0800 709 3771
  • Rua das Embaúbas, 601 - Fazenda Santo Antônio
    São José - SC - CEP 88104-561