Blog

26 nov

Atitudes positivas ajudam na imunidade e no tratamento de doenças

 

A reação dos pacientes ao receber um diagnóstico difícil faz a diferença ao longo do tratamento. Pesquisas indicam que uma atitude positiva contribui não só para a saúde mental, mas também para reduzir as chances de desenvolver câncer, doenças cardiovasculares e infecções. Pesquisa do Departamento de Ciências Sociais e Comportamentais da Universidade de Harvard mostra que o otimismo ajuda a melhorar o perfil lipídico e a resposta imune do organismo. 

Apesar dos estudos na área, ainda há um preconceito com relação à atitude positiva no combate às doenças. Muitas pessoas têm dificuldade em enxergar e vivenciar o momento presente, sofrendo com ansiedade ou angústia. Segundo psicólogos, o sentimento de ansiedade está muito conectado ao futuro, a possibilidades não-concretas. Já a angústia tem relação com o passado, a uma idealização do que vivemos. O otimismo, no entanto, se refere a viver o momento presente e à compreensão de que tudo pode ser temporário e passageiro, inclusive o sofrimento.

Além desta consciência, a atitude positiva facilita a escolha por hábitos saudáveis, como atividades físicas e uma alimentação equilibrada. O organismo torna-se mais propício ao autocuidado e à resiliência. Por outro lado, pensamentos negativos, além de paralisantes, aumentam as chances de depressão, estresse e a sensação de solidão, além de provocar falta de apetite e fobias. 

O negativismo também contribui para o isolamento e uma visão deturpada do ambiente onde vivemos. Isso é preocupante, pois um estudo das universidades de Chicago e da Califórnia mostra que as relações sociais aumentam a imunidade. A pesquisa divulgada em 2016 revelou que as pessoas solitárias apresentavam mais genes promotores de inflamações. Tudo porque a ausência de convívio com as pessoas causa baixa nas taxas de dopamina, hormônio responsável pelo humor e bem-estar. 

Dicas para manter atitudes positivas

Ter pensamentos positivos parece uma tarefa simples, mas quando estamos vivenciando uma situação difícil, como uma doença, é um processo que demanda esforço. Confira algumas dicas:

Meditação: é recomendável incluir práticas de meditação e de respiração na rotina do dia a dia para que a sensação de momento presente vire um hábito, além de diminuir o estresse e a ansiedade. 

Tome sol: a luz natural ajuda a regular o relógio biológico, por isso, é capaz de impactar na qualidade do sono e do humor. A luz solar, principalmente pela manhã, aumenta a serotonina, hormônio capaz de melhorar o humor e inibir as chances de depressão.

Alongue-se: O alongamento ajuda a diminuir as tensões do dia, além de melhorar a respiração e a postura. Importante saber qual é o limite e se permitir a respeitar as necessidades do corpo.